sábado, 2 de outubro de 2010

10 sons que você provavelmente nunca escutou...

Para vocês humanos, a audição é normalmente limitada a frequências entre 12 Hz e 20.000 Hz (20 kHz), embora esses limites não sejam definitivos. Citamos aqui 10 sons que são de alguma forma ou de outra bizarros e talvez você não tenha ouvido antes ou você pode ter ouvido, mas interpretado de maneira diferente.

10. Primeira gravação (1860)
Por mais de um século, desde que ele gravou as palavras "Mary tinha um cordeirinho" numa folha de alumínio, Thomas Edison tem sido considerado o pai do som gravado. Mas pesquisadores americanos descobriram uma gravação da voz humana, feita por um francês pouco conhecido, que precede em quase duas décadas a invenção do fonógrafo por Edison.


Métodos e meios para gravação de som são variados e sofreram mudanças significativas entre o som pela primeira vez reproduzido até agora. No entanto Cientistas americanos descobriram uma gravação antes mesmo da invenção de Thomas Edison. Thomas Edison não foi a primeira pessoa a registrar som. Um francês chamado Edouard-Leon Scott de Martinville fez isso antes. Ele inventou um aparelho chamado "fonoautógrafo" e, em 09 de abril de 1860, alguém gravou cantando "Au clair de la lune, Pierrot repondit" ("à luz da Lua, Pierrô respondeu").
Mas a intenção de Edouard-Leon nunca foi reproduzir o som. Ele só queria estudar o padrão das ondas sonoras feitas em uma folha de papel escurecida pela fumaça de uma lâmpada a óleo. Mas os cientistas de Lawrence Berkeley utilizaram imagens ópticas e uma "agulha virtual" em scans de alta resolução do fonoautógramo, empregando tecnologia moderna para extrair padrões inscritos no papel preto há quase um século e meio. Os cientistas pertencem a um grupo de colaboração informal chamado Primeiros Sons que também inclui historiadores de áudio e engenheiros de som.

9. Primeira gravação em um fonógrafo (1878)


O fonógrafo foi desenvolvido seguindo os princípios da fonoautografia. Aperfeiçoado por Frank Lambert em 1878, o aparelho consistia em um cilindro com sulcos coberto por uma folha de estanho. Uma ponta aguda era pressionada contra o cilindro. Conectados à ponta, ficavam um diafragma (uma membrana circular, cujas vibrações convertiam sons em impulsos mecânicos e vice-versa) acoplado a um grande bocal em forma de cone. O cilindro era girado manualmente, e conforme o operador ia falando no bocal (ou chifre), a voz fazia o diafragma vibrar, o que fazia a ponta aguda criar um sulco análogo na superfície do estanho. Quando a gravação estava completa, a ponta era substituída por uma agulha; a máquina desta vez produzia as palavras quando o cilindro era girado mais uma vez.
Clique abaixo no play e escute o som gravado por lambert:



8. Onda de 18000 Hz

10 sons que você provávelmente nunca escutou


Tente ouvir este som. . Chama-se "abaixo dos 20" o som que uma pessoa mais velha não consegue perceber, pois é uma onda de 18.000 Hz (em comparação, um apito soa a 16.000 - 22.000 Hz - o que significa um cão pode ouvir o som também). Este som é utilizado por alguns adolescentes como toque de seu celular para que apenas eles (e outros de sua faixa etária é claro) saibam quando o telefone está tocando. É também ocasionalmente usado na Inglaterra, as autoridades reproduzem esse som em um volume muito alto em locais que eles não querem que adolescentes se reunam, isso os afasta já que o barulho muito alto os incomoda.

O parte interna do ouvido dos seres humanos têm um design funcional para ouvir sons em uma faixa de freqüência. Audiência não é meramente uma função dos ouvidos, mas a amplitude da oscilação é conduzida ao cérebro. Conforme as pessoas envelhecem ela perdem a habilidade de ouvir sons mais agudos. Essa é a razão pela qual apenas jovens podem ouvir este som.



Você conseguiu ouvir?? Nos conte informando sua idade.

7. Melodia fantasma


Algumas obras musicais consistem em notas em alta velocidade e/ou padrões de repetição que mudam subtamente. Se a melodia é tocada rápida o suficiente o cérebro capta as notas que mudam ocasionalmente e as une para formar uma melodia. A melodia desaparece se a música é tocada lentamente e as notas parecem estar muito espaçadas.

Melodia Fantasma (Rápida)

Melodia Fantasma (Rápida)

6. O som da baleia azul


A baleia azul é o animal que emite o mais alto som! Este mamífero em extinção é também o maior animal que já viveu na Terra, é maior até do que foram qualquer um dos gigantes dinossauros. As baleias azuis emitem um som muito forte, muito estruturada, seus estrondos repetitivos de baixa freqüência podem viajar por mais de 800 quilômetros debaixo d'água. Essas "músicas" podem ser utilizadas para comunicar com outras baleias-azuis, em especial, a fim de atrair e encontrar companheiros.
A chamada da baleia azul atinge níveis de até 188 decibéis. Este apito extraordinariamente alto pode ser ouvido a centenas de quilômetros debaixo d'água. Cálculos teóricos de Roger Payne e Webb Douglas (da década de 1970) previu que os sons mais altos de baleia podem ser transmitidos através de um oceano inteiro. O som da baleia azul é muito mais alto do que um jato, que chega a apenas 140 decibéis! um humano gritando são 70 decibéis, os sons acima de 120 decibéis são dolorosos e danosos para os ouvidos humanos.
Escute:



5. Vozes Alienígenas


Na última década, uma série de importantes descobertas indicam que os mundos habitáveis podem ser muito mais provável do que se pensava anteriormente. Pesquisadores descobriram vida em ambientes muito duros sobre a Terra, o que amplia os tipos possíveis de lugares onde a vida possa existir. Em nosso sistema solar, os cientistas descobriram evidências de que tem ou tiveram grandes massas de água, um ingrediente chave para a vida, em Marte e nas luas de Júpiter. Os astrônomos também começaram a descobrir planetas fora do nosso sistema solar, identificando cerca de 90 estrelas com, pelo menos, um planeta em sua órbita. Talvez a noção de que há algo lá fora, está mais próximo da realidade do que imaginamos. Parece que os aliens querem se comunicar.

4. Sons de Júpiter


Fascinante gravação de sons de Júpiter ("vozes" electromagnéticas ), pela NASA, Voyager. As complexas interações de partículas eletromagnéticas carregadas pelo vento solar, magnetosfera planetária etc criam essa vibração "paisagens sonoras". Parecem muito interessantes e até mesmo assustadoras.
Júpiter é composto principalmente de hidrogênio e hélio. O planeta inteiro é feito de gás, sem superfície sólida com a atmosfera. As pressões (22 vezes a pressão atmosférica terrestre ao nível do mar), e temperaturas (153 °C), no fundo de Júpiter são extremamente elevadas. Os ventos atingem até 500 km/h e possuem um diâmetro transversal duas vezes maior do que a Terra. Júpiter possui um campo magnético 14 vezes mais forte do que a da Terra, variando entre 4,2 gauss (0,42 mT) no equador a 10 a 14 vezes nos pólos, o mais forte do Sistema Solar (não incluindo aqueles formados por manchas solares).
Isso faz com que o campo magnético a oscilar, que tem um profundo efeito sobre as partículas carregadas eletronicamente. Este plasma de partículas carregadas é acelerado além da magnetosfera de Júpiter, a velocidades de dezenas de milhares de quilômetros por segundo. São estas vibrações de partículas magnéticas que geram alguns dos sons que você ouve nesta gravação.


3. O meteoro de Tunguska

Tunguska é um rio na região da Sibéria Central onde, às 7h15 da manhã de 30 de junho de 1908, houve uma gigantesca explosão após uma bola de fogo ser vista atravessando o céu. Não foram encontrados vestígios de meteorito, mas uma onda de impacto devastou toda a região do lago Baikal, afetando em menor grau todo o norte da Europa. Este evento recebeu o nome desta região, evento de Tunguska.


A ausência de uma cratera e de evidências diretas do objeto que teria causado a explosão levou a uma grande quantidade de teorias especulatórias sobre a causa do evento. Apesar de ainda ser assunto de debate, segundo os estudos mais recentes a destruição provavelmente foi causada pelo deslocamento de ar subsequente a uma explosão de um meteoróide ou fragmento de cometa na baixa atmosfera devido ao atrito da reentrada.
Estima-se que a energia da explosão está entre 5 megatons e 30 megatons de TNT, com 10–15 megatons sendo o mais provável. Isso é aproximadamente igual a 1000 vezes a bomba lançada em Hiroshima na segunda guerra mundial e aproximadamente um terço da Tsar Bomba, a mais poderosa arma nuclear já detonada. A explosão teria sido suficiente para destruir uma grande área metropolitana. A explosão derrubou cerca de 80 milhões de árvores em uma área e 2150 quilômetros quadrados e estima-se que tenha provocado um terremoto de 5 graus na escala Richter.

2. Sons do Inferno

O "Well to Hell" foi um furo na União Soviética, essa perfuração foi tão profunda que dizem ter perfurado o inferno. Esta lenda urbana tem circulado na internet desde pelo menos 1997. A lenda afirma que alguns Geólogos da Sibéria (Rússia) estavam fazendo uma grande perfuração, um buraco que tinha cerca de 14,5 km de profundidade, quando chegou nos 14,5 Km eles perceberam que a broca tinha atingido um "oco", pois estava girando livremente. Intrigados com esta descoberta inesperada, eles baixaram um microfone extremamente tolerante ao calor, juntamente com outros equipamentos sensoriais, dentro do poço. A temperatura no fundo foi de 2.000 ° F (1.100 ° C).



conteceu na Sibéria, em 1989, num lugar indeterminado e sem nome. Na verdade, não sabemos o que buscavam esse geólogos. Usavam uma poderosa perfuratriz e, repentinamente, a 14.000 metros de profundidade a broca sem controle girava livremente. Os geólogos acreditavam ter encontrado um oco ou um bolso no centro da Terra. Conforme o próprio Dr. Azzacov comentou, a essa profundidade a temperatura já era de 2000 graus (1093 graus Celsius).
Os cientistas ficaram espantados com os bizarros sons gravados. Analisando as fitas, ouviram gritos horríveis.
conforme informado por ele após uma minuciosa análise, conseguiram interpretar alguns gemidos e gritos agonizantes, que como alguns acreditam, são de almas condenadas, implorando misericórdia.
Realmente os gemidos são estranhos e até dão uma certa agonia, escutem e me digam com o que se parece:




1. A nota marrom, essa faz com que você evacue

A nota marrom é uma freqüência ultra-baixa que faria um homem a perder o controle de suas entranhas devido à ressonância. Durante muitos shows na Science Channel, eles transmitiam a nota sobre o ar (e para as salas de espectadores) numa tentativa de provocar evacuações entre aqueles que haviam escolhido ficar no quarto apesar das repetidas advertências e oportunidades para sair. Deve-se notar, no entanto, que o som nesta freqüência em um volume significativo não pode ser gerada pelos falantes da televisão, assim você pode sentir apenas leves movimentos na sua barriga, mas não cocô. No entanto sub-woofers podem ajudar os quais foram utilizados sobre o tema do ensaio.
Algumas pesquisas científicas têm sido realizadas sobre o fenômeno ao longo dos anos, mas nenhuma ainda conseguiu provar sua veracidade.



Adpatado de SmashLists

Postado por Filhote de Pombo | 17:06 | 40 comentários »

Feed

Comentários
40 Comentários

40 comentários

  1. Paulo Bemfica // 4 de outubro de 2010 08:15  

    interessante o post. mas essa lenda dos sons do inferno é mesmo uma lenda.

    bom. pelo menos essa eu fiz questão de verificar. as outras não sei.

    aqui vai um dos muitos videos qe tratam dessa balela

    http://www.youtube.com/watch?v=Glb9EhtEC-s

    abraço

  2. Anônimo // 4 de outubro de 2010 12:56  

    Pode ser que seja fake o do inferno, mas arrepia.hiihhi

    Claudia

  3. marcos // 17 de outubro de 2010 18:44  

    Muito legal o post e o blog.
    vamos aos comentários: O Som do Inferno (2) parece ser falso por ter uma repetição nos gritos e por não ter matéria publicada.
    A nota marrom (1) não surtiu efeito, apenas derrubou um quadro. Sim, tenho um bom sistema de som aqui.
    O som de 18000Hz (8) não consigo mais ouvir (21 anos), mas 2 anos atrás eu ouvia. hehehehhe

    é isso aí!! Abraço

  4. Breno César // 17 de outubro de 2010 20:02  

    Tenho 30 anos e consegui ouvir o som da Onda de 18000 Hz. Bem aguda e irritante, parece continuar soando mesmo depois que desliguei.

  5. Anônimo // 19 de outubro de 2010 19:24  

    ah, eu ja ouvi os sons do inferno.... musica sertaneja ta aí pra nos dar uma ideia de como é lá em baixo.

  6. Ana Luana // 20 de outubro de 2010 09:16  

    Excepcional sua matéria.

    Surpreenda-se com esta nova modalidade de divulgar links.

    Agregador e rede social. Apareça!

    http://migre.me/1EnI8

  7. Anônimo // 20 de outubro de 2010 10:59  

    Olá, em primeiro lugar parabéns pelos posts. O som do aparelho antes de Edison é muito interessante e, para quem gosta de pesquisas, algumas invenções importantes de Edison na verdade foram idealizadas por Nikola Tesla quando este trabalhou para Thomas Edison; o som de 18000Hz eu consegui ouvi irritantemente alto e tenho 40 anos; os sons fantasmas, os sons do espaço e de Júpiter, são legais, o "som do inferno" é aterrorizantemente apocalíptico e quanto ao som de Tunguska, quem pesquisar sobre os inventos de Tesla, vai se surpreender quando ler sobre o Raio da Morte ( uma das invenções de Nikola Tesla).
    Já escrevi demais né!!!!
    Abraços e parabens novamente.

  8. Anônimo // 20 de outubro de 2010 14:17  

    Olá eu ouvi o som da onda de 18000 hz. Tenho 22 anos e realmente é um sonzinho muito chato.

  9. Anônimo // 20 de outubro de 2010 15:38  

    18000 hz.eu ouvi tenho 20 anos

  10. matheus // 20 de outubro de 2010 17:17  

    se for o inferno eu quero ir pra lá .. deve estar rolando a maior festa por lá !!!

  11. Anônimo // 20 de outubro de 2010 17:51  

    tá errada a tradução da primeira frase gravada...
    o certo é "Pierrot respondia"

  12. Anônimo // 20 de outubro de 2010 18:09  

    nunca brizei tando na vida

  13. Anônimo // 20 de outubro de 2010 21:09  

    Acho q n estou tão velho assim pq consegui ouvir o som!! Tenho 22 anos rs
    Po, me lembro da época de escola que colocavam isso td dia na aula e geral reclamava mas o prof (q tinha uns 45 anos) não sabia pq hahahaha

  14. Luiz Alexandre // 21 de outubro de 2010 09:22  

    Eu tenho 34 anos e ainda escuto o som.

    Usava no celular.

    Acho meio incorreto afirmar tudo com absoluta certeza...

    Mas está valendo pelo resto das informações.

  15. Giian // 1 de novembro de 2010 19:26  

    tenho 15 e ñ consegui ouvir o som de 18000HZ :( AUHSUAHS

  16. Cláudia // 4 de novembro de 2010 17:21  

    Tenho 28 e consegui ouvir o som de 18kHz. Realmente chatoooo e parece que continua depois que desliga. =P Mto boa a matéria. Os sons do inferno eu tow com medinho de ouvir, vou ler mais primeiro... hehehehe

  17. Anônimo // 6 de dezembro de 2010 09:40  

    Eu tenho 13 e consegui meu avo nao conseguiu porque ele tem 67 e minha empregada tambem nao porque ela tem 28

  18. Babi Mello // 8 de dezembro de 2010 11:12  

    caraca, tenho 13 anos e não consegui ouvir o 18000HZ ._____.

  19. Anônimo // 9 de dezembro de 2010 11:19  

    Som do inferno quem faz é o restart.kkkkkkkkkkk

  20. Rebecca Agra // 5 de janeiro de 2011 06:12  

    Tenho 30 anos e ouvi, e não teria isso no meu celular, é muito irritante.

  21. Anônimo // 27 de janeiro de 2011 14:45  

    O som do inferno é igualzinho a de reunião de condomínio gigante (ate o sindico falando m***a la atras)

  22. fOUDEMAR // 11 de fevereiro de 2011 19:09  

    Pow o som dos 18000 eu ouvi, tenho 19 anos.

    O "sons do inferno" é falso, propaganda anti-comunista, dizendo que o inferno está embaixo da Rússia, ou chamar a gripe espanhola de "gripe russa", ou o "cordão sanitário".

    E os sons iniciais, não é a tôa que a população pensava que tudo era do demônio!!
    HSAUSAHSAUHSAHUSAH

    Muito bom o site

  23. Priscila // 21 de fevereiro de 2011 09:23  

    A 8 eu ouvi perfeitamente, esse som incomoda x.X
    Tenho 17 anos

  24. halfdrow // 15 de março de 2011 22:28  

    eu ouvi o sonzinho chatinho anti-adolescente^^
    e eu tenho 28 anos

  25. Rafael Viana // 14 de abril de 2011 13:07  

    eu não ouvi o do inferno, é pq tá com algum problema... ou o problema é cmigo?

  26. Anônimo // 15 de abril de 2011 07:49  

    Eu ouvi estridentemente o som de 18000hz e tenho 37 anos

  27. Anônimo // 7 de junho de 2011 20:46  

    Eu nao onsegui ouvir io som 18000hz tenho 12 anos

  28. Anônimo // 29 de junho de 2011 04:41  

    Essa tal de nota marrom não fez anada comigo , não caiu quadro e eu ouvi no foninho , será que dá alguma diferença? E eu ouvi o som de 18000hz , tenho 13 anos

  29. Anônimo // 20 de julho de 2011 12:21  

    o som dos profundos só aparece no final, é muito tenso! O.O
    gente gritando, umas vozes masculinas falando alto; ai, crê em Deus Pai, tá repreendido!

  30. Anônimo // 5 de novembro de 2011 12:43  

    Tenho 35 anos e ouvi, meu ouvido ainda é jovem !!

  31. Punkalango // 8 de novembro de 2011 07:02  

    o som de 18000 Hz eu ouvi..tenho 21 anos...v que uma pessoa de 21 tbm nao coseguiu ouvir...
    deu um certo desconforto ouvi-lo..o som ta bem alto aki...

  32. Anônimo // 20 de novembro de 2011 09:09  

    O som de 18khz(18.000hz) foi ouvido por mim, é um som que lembra o som da deflexão horizontal de televisores de tubo CRT na hora que ligamos, porém é mais baixo. Tenho 30 anos e consegui ouvir perfeitamente o som.

  33. Anônimo // 17 de janeiro de 2012 17:34  

    Eu consegui ouvir o zumbido do som de 18000Hz!
    Tenho 34 anos.

  34. Anônimo // 22 de janeiro de 2012 16:32  

    tenho 15 anos e consegui ouvir perfeitamente o som de 18000Hz, eu queria saber como eu faço o download desse som...

  35. Anônimo // 2 de fevereiro de 2012 10:05  

    Eu nao ouvi porra nenhuma no de 18000GHz e tenho 15 anos o.O so uns estalos alguem diz oq era pra ouvir....

  36. Anônimo // 16 de junho de 2012 21:05  

    Ouvi o som e tenho 15 anos

  37. Master // 17 de junho de 2012 08:45  

    Eu consigo ouvir o som de 18000 hz tranquilamente, assim como o de 12 hz, nao entendo como tem gente que nao consegue ouvir

    Idade: 13 anos

  38. Anônimo // 10 de outubro de 2012 09:52  

    EU CONSEGUI OUVIR O SOM DE 18000 HERTZ, AINDA QUE DE FORMA BEM FRACA, COM O VOLUME DO MEU NOTEBOOK NO MÁXIMO. MEU NOME É ANDERSON ALEXANDRE E TENHO 30 ANOS.

  39. ricardo santos // 16 de setembro de 2013 03:54  

    (8)eu ouvir e tenho 13 anos

  40. Raccoon Guaxinim // 17 de dezembro de 2014 10:58  

    16 anos e com umas certa surdez no ouvido, não sei se meu sistema auditivo está prejudicado, mas não ouvi absolutamente nada, mandei para um amigo e ele ouviu uns ruídos sem sincronia alguma.

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails