domingo, 15 de janeiro de 2012

10 Paisagens alienígenas na Terra

A natureza nos premia com paisagens tão exuberantes que parecem ser de outro planeta ou cenas em filmes de ficção científica, mas são reais.

1. Socotra - Iêmen

1. Socotra - Iêmen

O arquipélago se separou do continente Africano a mais de 6 milhões de anos atrás, criando assim esse ecossistema único.

1. Socotra - Iêmen

Pouco mais de 250 das espécies de plantas que existem lá, 90% dos répteis e moluscos não se encontra em nenhum outro lugar do mundo. Por isso, os botânicos situam a flora de Socotra entre as dez que correm os maiores perigos de extinção no mundo.

2 - Monte Roraima - Venezuela

2 - Monte Roraima - Venezuela

O muro que vai ao encontro das nuvens, assim é descrita o monte Roraima pelo explorador e aventureiro Robert Schomburgk.
O Roraima destaca-se por possuir características únicas. Uma das peculiaridades que mais o diferenciam de quaisquer outros montes é o fato de se parecer com uma imensa "mesa", ou seja, seu topo é plano (e possui cerca de 90 km de extensão). Além disso, escorrem do monte milhões de litros de águas formando várias cachoeiras; na Venezuela os índios a chamam de "mãe das águas".

2 - Monte Roraima - Venezuela

Como todo lugar exótico esse também tem a sua lenda, a do Monte Roraima surgiu na tribo dos índios Macuxi, que ali habitavam. Conta que antigamente não havia nenhuma elevação naquelas terras. Muitas tribos indígenas viviam naquela área plana e fértil onde a caça, a pesca e outros frutos eram abundantes. Porém, num dia, nasceu no local uma bananeira, uma árvore que nunca aparecera ali antes. Tornou-se, rapidamente, viçosa e cheia de belos frutos, mas um recado divino foi dado aos pajés: "Ninguém poderia tocar nela ou em seus frutos, pois aquele era um ser sagrado; Se alguém o fizesse, inúmeras desgraças aconteceriam ao povo daquela terra. Todos obedeceram ao aviso que lhes foi dado. Porém, ao amanhecer de um certo dia, a tribo percebeu que haviam cortado a árvore e, em instantes, a natureza revoltou-se. Trovões e relâmpagos rasgavam o céu deixando todos assustados. Os animais fugiam. E do centro da Terra surgiu o Monte Roraima, elevando-se imponente até o céu. Pessoas dizem que até hoje o monte "chora" pela violação no passado.

3 - Yuanyang County - China

3 - Yanyang County - China

Os campos de arroz chineses são realmente um espetáculo, e estão sendo visitados cada vez mais pelos turistas, apesar da dificuldade de chegar até o local, pois as estradas são muito ruins, não há aeroporto nas proximidades e, em geral, é bastante inacessível, mas parece que isso foi bom para este lugar, porque conseguiram manter a mesma cultura e costumes de mil anos atrás.
Como podemos ver, a principal característica são os coloridos e impressionantes campos de arroz que são construídos nas montanhas.

3 - Yanyang County - China

Os campos de arroz em Yuanyang também são chamados terraços de arroz, pela maneira que eles foram construídos e organizados. Eles são fonte inesgotável de inspiração para grande número de fotógrafos. A bela mistura de cores surpreende qualquer um que ver estes campos de arroz a distância. No máximo os campos de arroz são colocados a cerca de 1000 ou 2000 metros acima do nível do mar e isso permite que as pessoas locais para lavoura de arroz apenas uma vez por ano.

3 - Yanyang County - China

A formação desses campos foi a 2500 anos atrás quando os ancestrais dos povos Hani vieram do Planalto Tibetano para esta terra. Para o cultivo do arroz as áreas precisam estar inundadas, esse detalhe inviabilizaria os arrozais nessa região por ser montanhosa.
Mas isso não foi empecilho para esse povo, eles criaram "canais" nas montanhas para que, desta forma, seja possivel ter uma área plana para inundar.
Devido ao solo avermelhado por baixo das "piscinas de água", o melhor período para ver os campos é de janeiro a março e ao amanhecer/pôr-do-sol quando a luz reflete criando um espetáculo de cores magníficas. Nesse período os aldeões alagam a área para preparar a lavoura.

3 - Yanyang County - China

Em setembro, quando o arroz está maduro, as montanhas, por sua vez, assumem uma cor amarelo-dourado.


4 - The Wave - Arizona


É uma formação rochosa de arenito, que está localizada no Arizona (perto da fronteira como estado de Utah - EUA), nas encostas do Coyote Buttes, na protegida Canyon-Vermilion Cliffs Wilderness Paria, a maior área do Planalto do Colorado. Talvez você nunca tenha ouvido falar, mas é bastante popular entre os fotógrafos, pelas suas cores e formas ondulantes, e entre os excursionistas, pelo desafio que a caminhada representa, sem deixar indicações do caminho, que são necessárias se você quer chegar ali.


A caminhada não representa o único desafio a ser superado para conseguir admirar o incrível espetáculo das rochas em movimento. Para conseguir o privilégio, é necessário obter uma autorização, que custa US $ 7 por pessoa (cachorros também pagam a taxa). E essas licenças são limitadas: o órgão responsável emite apenas 10 por dia, ou seja, se você conseguir uma será o equivalente a ganhar na loteria. Para requerer a licença é preciso acessar site das autoridades competentes (BLM-AZ) e fazer o pedido com três meses de antecedência.
As condições climáticas do lugar não são muito favoráveis: ventos fortes atingem a região, levantando nuvens de poeira e areia, sem falar nas altas temperaturas - é preciso uma preparação cuidadosa para esta viagem. The Wave, que é bastante conhecida na Europa - especialmente entre os alemães - é um dos destinos favoritos dos aventureiros, especialmente na primavera e no outono.


5 - Salar de Uyuni - Bolivia

5 - Salar de Uyuni - Bolivia

O Salar de Uyuni é a maior planície salgada do mundo. Cerca de 40.000 anos atrás, a área foi parte do Lago Michin, um gigantesco lago pré-histórico. Quando o lago secou, deixou como remanescentes os atuais lagos Poopó e Uru Uru, e dois grandes desertos salgados, Coipasa (o menor) e o extenso Uyuni. O Salar de Uyuni tem aproximadamente 12.000 km² de área, ou seja, é maior que o lago Titicaca, situado na fronteira entre o Peru e a Bolívia e que tem aproximadamente 8.300 km².
Estima-se que o Salar de Uyuni contenha 10 bilhões de toneladas de sal, das quais menos de 25.000 são extraídas anualmente. Além da extração de sal, o salar também é um importante destino turístico. Seus principais pontos de visitação são o hotel de sal, desativado, e a Ilha do Pescado, com suas formações de recife e os cactos de até 10 metros de altura.

5 - Salar de Uyuni - Bolivia

O salar é composto por aproximadamente 11 camadas com espessuras que variam entre 2 e 10 metros, sendo a mais externa de 10 metros. A profundidade total é estimada em 120 metros e é composta de uma mistura de salmoura e barro lacustre

6 - Vale da Lua - Brasil

6 - Vale da Lua - Brasil

Vale da Lua é um dos pontos mais visitados na Chapada dos Veadeiros, no município de Alto Paraíso de Goiás (GO) e tem uma das formações rochosas mais antigas do mundo, com aproximadamente 1,8 bilhões de anos.
É um conjunto de formações rochosas cavadas nas pedras pelas corredeiras de águas transparentes do rio São Miguel. Está fora do Parque Nacional, na Serra da Boa Vista, num vale que se torna muito perigoso na época da chuva devido às repentinas trombas d'água. O nome Vale da Lua vem da aparência que lembraria uma paisagem lunar, com pequenas crateras escavadas pelo atrito da areia levada pela água com as rochas, nas curvas onde as corredeiras são mais fortes, dando origem a pequenos rodamoinhos e funis. Está localizado a 11 km de São Jorge pela rodovia GO-239, entrando-se por uma estrada de terra do lado oposto ao Parque Nacional. Paga-se um pequena taxa na entrada mas não são necessários guias.

7 - Vulcão Dallol - Etiópia

7 - vulcão Dallol - Etiópia

A paisagem do vulcão Dallol, no deserto de Danakil, é espantosa, com fontes ardentes com uma gama de cores brilhantes incrível. Vão de cor de laranja até o verde, passando pelo branco e o amarelo vivo, devido ao enxofre e outros minerais.

7 - vulcão Dallol - Etiópia

Estas formações de minerais que saem das entranhas da terra criam um panorama que parece de outro planeta. É este lugar que detém o recorde da mais alta média de temperatura para um lugar habitado na Terra. O vento é quente e carregado de areia, a sensação é de que seu corpo está sendo queimado.

7 - vulcão Dallol - Etiópia

Cientistas e geólogos acham que por causa do aquecimento global o mundo pode ficar muito parecido com o inferno da Etiópia e por isso estudam a existência e como vivem seres nessa situação.

8 - Vales Secos De Mcmurdo - Antártida

8 - Vales Secos De Mcmurdo - Antártida

Acredita-se que o lugar mais árido do mundo, é o Saara ou o deserto de Gobi, mas geólogos afirmam que o campeão fica na Antártida, isso mesmo o deserto mais frio e árido do planeta fica no continente gelado. O vale seco de McMurdo é a maior área livre de gelo da região.

8 - Vales Secos De Mcmurdo - Antártida

A água, no vale seco, sublima, ou seja, passa do sólido direto para o gasoso. Seu ecossistema é dominado por microorganismos, musgos, liquens e alguns invertebrados. Muitos desses organismos são endolíticos, ou seja, vivem dentro de rochas.
Surpreendentemente, estas condições naturais, com tal gravidade, a velocidade de um enorme e denso ar frio só pode ser encontrado em Marte.

9 - Kliluk, Lago manchado - Canadá

9 - Kliluk, Lago manchado - Canadá

No sol quente de verão, a água do Lago Manchado evapora-se e os minerais cristalizam criando vários círculos com as bordas brancas, e as piscinas rasas refletem o conteúdo mineral da água em tons azuis e verdes.

9 - Kliluk, Lago manchado - Canadá

Ele contém uma das maiores concentrações de minerais do mundo, sulfato de magnésio (sais de Epsom), sulfatos de cálcio e sódio, além de oito outros minerais e traços de mais quatro, incluindo prata e titânio.
A água do lago era utilizada pelos índios nativos para aliviar a dor da tribo, por isso se tornou um lago sagrado.
Existe até uma história relatando que houve um acordo entre duas tribos durante uma batalha, para que seus integrantes pudessem curar suas feridas no lago e, depois, continuariam com o combate.

Até munições foram criadas pelo Estados Unidos durante a primeira guerra mundial, após extrair grandes quantidades de sais.

10 - Fly Geyser - Nevada

10 - Fly Geyser - Nevada

O Fly Geyser é resultado de um maravilhoso acidente. Localizado em uma propriedade particular em Nevada, ele é um pequeno geyser geotérmico resultado de uma perfuração.
Em 1916 proprietários do local perfuravam um poço, porém, acidentalmente, atingiram uma bolsa geotérmica.
O poço funcionou perfeitamente até a década de 1960 quando a água aquecida, junto com minerais, começou a jorrar para fora e continua desde então. Com a combinação de água e sais minerais, o Fly Geyser tem aproximadamente 5 metros de altura.
Por ser uma propriedade particular o local não é visitado regularmente por turistas e é pouco conhecido no mundo.

10 - Fly Geyser - Nevada

Apesar de ser pequeno, o Geiser tirar o fôlego de quem se depara com ele. Você vai precisar de uma câmera e um bom zoom se quiser vê-lo enquanto passar pelas estradas próximas, mas mesmo de longe deve ser uma experiência única. O som dele jorrando água pode ser ouvido por mais de 1 quilômetro de distância. O Rancho onde está localizado é cercado e repleto de seguranças para manter os invasores longe.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Postado por Filhote de Pombo | 18:28 | 9 comentários »

Feed

Comentários
9 Comentários

9 comentários

  1. Anônimo // 16 de janeiro de 2012 06:26  

    Meu deus que coisa mais linda. A natureza realmente é surpreendente.

  2. Taty // 16 de janeiro de 2012 09:54  

    Surgiu uma pequena duvida, pq os campos de arroz da China são tão coloridos?
    Existe alguma explicação? Gostaria de saber.
    Bjinhos parabens pelo post é tudo muito lindo.

  3. Filhote de Pombo // 16 de janeiro de 2012 10:09  

    OPs.. verdade Taty, agora até eu fiquei curioso. rsrs
    É que no meio de tantas informações e lugares esse acabou passando, vou atualizar o post com mais algumas informações de lá.
    Obrigado.

  4. Filhote de Pombo // 16 de janeiro de 2012 10:47  

    Atualizado Taty, na realidade esse lugar merecia um post só pra ele. É lindo demais. rs

  5. Ana Banana // 16 de janeiro de 2012 11:15  

    Parabéns pelo post ta lindo !

  6. Renan Ribeiro Adão // 17 de janeiro de 2012 06:34  

    BELAS IMAGENS

  7. Anônimo // 18 de janeiro de 2012 03:19  

    que medo a ultima imagem, parece outro planeta eu heim!

  8. Anônimo // 18 de janeiro de 2012 12:54  

    muito legal esse poste

  9. Pedro Studante // 22 de janeiro de 2012 05:00  

    Essas fotos são incríveis! Algumas delas dariam ótimos papéis de parede para o computador! Isso me dá algumas idéias...

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails