sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Mulher quer e tenta desesperadamente ficar paraplégica

Já fiz para o blog um post com o nome "10 Estranhas condições mentais", nesse post fala também sobre "Transtorno de Identidade de Amputados". Esse caso abaixo é parecido, porém o desejo é diferente, nossa mente é algo inexplicavelmente inexplicável e fascinante.
Veja o caso:

Chloe Jennings-White, de 57 anos, sofre de Transtorno de Identidade da Integridade Corporal (TIIC) - uma condição mental que significa que ela deseja ser paralisada da cintura para baixo.
Essa obsessão de Chloe começou aos nove anos, quando ela tentou copiar sua tia paraplégica.

Ela tentou se paralisar batendo sua bicicleta para quebrar as próprias costas.
Chloe, que vive com sua parceiroa Danielle em West Bountiful, Utah, disse: "Eu realmente não sabia o que eu estava fazendo. Mas eu tinha uma vontade enorme de ser paraplégica como a minha tia. Eu não sabia que havia algo de errado com isso.
Eu me joguei de bicicleta de um palco de madeira alto em um parque. Isso resultou em alguns cortes e contusões, mas nada mais sério do que isso.
A bicicleta pousou no meu pescoço com toda a força em cima de mim. Foi nesse momento que eu percebi que estava tão propensos a quebrar o meu pescoço quanto minhas costas e acabar tetraplégica - totalmente paralisado -. Que eu não queria, apenas queria da cintura para baixo."
Chloe foi diagnosticada em 2008 e os médicos sugeriram que ela usasse uma cadeira de rodas para que, desta forma, parasse de tentar se machucar

Agora Chloe escolheu viver sua vida sobre quatro rodas - fingindo que está paralisada.



Ela revelou: "poder utilizar uma cadeira de rodas é um alívio enorme, e mais próximo que posso chegar do meu desejojá que eu nunca consegui ficar paraplégica.
"BIID (em inglês), é uma doença grave e por anos eu não tinha idéia do que havia de errado comigo.
Agora, finalmente, eu sei que não estou sozinha e usando uma cadeira de rodas ajuda a conter meu desejo de quebrar minhas próprias costas, o que provavelmente salvou minha vida."
Chloe, que também se ofereceu para um programa de pesquisa sobre a doença, disse ao Daily Mirror: "Foi um alívio por finalmente ter um diagnóstico, mas eu ainda estava cética. Eu preocupada com o que as pessoas iram pensar, mas eu concordei em fazer uma tentativa."



"Estou muito feliz, eu uso a cadeira mais e mais, mas continuo com o meu estilo de vida ativo, livrando-se dela quando vou caminhando até as montanhas, pelo menos uma vez por semana no verão, e quando eu vou esquiar no inverno.
Eu penso comigo mesma que se eu continuar a fazer as duas atividades, então eu estou em alto risco de se tornar paraplégica - daí a minha motivação para continuar fazendo."


Danielle, a parceira de Chloe também contou ter de enfrentar a reação de pessoas que não entendem sua condição. Ela só ficou sabendo do desejo de Chloe depois de algum tempo de namoro e foi quem mais a encorajou a ir procurar ajuda.

"Mesmo agora eu ainda fantasio sobre ficar paraplégica de verdade em um acidente de carro ou quando estou caminhando perto de um penhasco, meus amigos tem que me levar para longe da tentação.

Apesar de encontrar um grande alívio usndo uma cadeira de rodas, Chloe diz que não há cura para o que ela tem, e a única maneira de parar esses desejos é, tornando-se paraplégica.
Ela diz: "Usando uma cadeira de rodas tem sido, de longe, o tratamento mais eficaz. Eu passo 12 horas por dia nela. "

Ainda assim, Chloe admite pedir seu médico sobre a possibilidade de uma cirurgia.
Ela quer encontrar um cirurgião, embora isso seja quase impossivel, para cortar a medula espinhal, ouos nervos femoral e ciático nas pernas.
"Danielle estava compreensivelmente perturbadas quando eu lhe disse o que eu queria fazer, mas agora ela me apoia. Ela só quer me ver em paz com a minha condição.", disse Chloe

Fontes:
The Sun
Mirror.co.uk

Postado por Filhote de Pombo | 10:57 | 1 comentários »

Feed

Comentários
1 Comentários

1 comentários

  1. Anônimo // 7 de junho de 2013 09:02  

    Linda estória!
    Poderia ganhar rios de dinheiro como "ex-paraplégica que por milagre voltou a andar!" nas igrejas da macedolandia...
    O complicado será a "cura" pelo fato dela ser GAY, como propõe o Exmo. Sr. Dep. Pastor Marcos Feliciano...

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails